Arquivo da categoria: Meditação

Qual é o seu ciclo?

Ciclo obrigatório da vida.

Cada ser humano vive um ciclo, que eu chamo de “Ciclo” mesmo. É um passeio entre o sucesso e a decadência, esse é um processo natural que eu chamo de “Processo Natural” também.

Talvez você perceba que esse ciclo na sua vida dura 1 ano, 6 meses, 10 anos ou 1 semana, como geralmente é o meu caso, não estou fazendo referência a ter um dia triste, pra baixo, um dia mau, estou falando sobre o ciclo dos seus planos de vida, objetivos pessoais, projetos concretos e principalmente, eu disse principalmente suas lutas contra você mesmo.

Qual é o seu gigante hoje?
O que você realmente quer superar?
O que sua boca fala?
O que seus olhos veem?
O que seu pensamento deseja?
Seu comportamento?

# Seus objetivos tem que ter um nome
# Você tem que lembrar deles todos os dias.

Uma boa comparação é o atleta corredor, quando ele começa uma corrida de maratona, ele tem equilíbrio, fôlego e foco suficiente para desviar de algum buraco, se equilibrar, pegar um copo d’água de alguém na calçada, abrir e beber sem deixar de olhar pra frente e se por acaso ele tropeçar, ele rapidamente retoma a posição e corre atras dos segundos perdidos mas quando esse corredor alcança 2, 3, 5 horas correndo os sentidos começam a se perder, o equilíbrio não é mais o mesmo e abrir um copo d’água enquanto corre se torna um sacrifício, o fôlego já esta nas últimas e o foco agora parece embaçado.

Sei que, como eu, muitas pessoas estão numa corrida com objetivo bem fixado, mas e quando chegamos nesse momento em que todo aquele preparo de domingo à noite no culto parece ter sumido na quarta-feira de noite? Ou aquela conversa maravilhosa e esclarecedora sobre “algo” que você teve com uma amiga parece não fazer sentido diante desse “algo” que conversou?

Um corredor de maratona senta no banco da praça para tomar um ar? Ele pega carona na moto dos seguranças do evento ou corta caminho pela praça? Qual é o segredo de renovar o fôlego, o equilíbrio e o foco sem parar a corrida? Esse é o desafio.

O ciclo no qual estou falando é esse momento, parece que entre a certeza de uma vitória e a vergonha de uma derrota esta separada na sua vida por 1 semana, parece tudo igual, a mesma coisa acontecendo de novo, talvez seja de ano em ano que você se encontra na mesma situação, qual o nosso desafio? Aumentar cada vez mais esse intervalo.

Eu acredito que a única forma de retomar o fôlego sem parar a corrida é fazer como fazemos com a geladeira da nossa casa, quando ela chega da loja novinha, ela esta desligada, então você liga, ela resfria e você guarda o que precisa dentro dela, depois que ela esta bem gelada, o congelador congelando os nuggets o que você faz? Tira ela da tomada né? Afinal, ela já esta resfriando e conservando os alimentos, né? Não? Ué, se ela já funcionou, já esta gelando o leite, a cebola e o tomate, porque manter na tomada?

Pois é, quando desligamos nossa vida da tomada, temos resistência para mais algumas horas, dias ou com sorte semanas, mas logo a vista vai ficar embaçada e você vai ver a distância do “Eu posso vencer” e do “Perdi de novo” ficando cada vez mais rápido.

Agora, sem fazer referência ao “Jardineiro é Jesus e as árvores somos nozes” eu diria com toda a certeza da metáfora, Jesus é a fonte contínua dessa força, energia, certeza, segurança, proteção, direção, conhecimento, sabedoria que nós precisamos.

Se você leu até aqui comente algo que você guarda na geladeira.

Um texto que era pra ter 4 linhas virou esse monólogo mas tudo isso pra esclarecer pra mim mesmo que se quero continuar funcionando, não posso me desligar da fonte, Jesus.

Anúncios

Final de Ano – 2013

Pessoal, estamos no final do ano e as pessoas dentro das igrejas ficam desesperadas porque os planos de Dezembro passado não se cumpriram nesse 1 ano que passou.

Surgirão várias campanhas como “Deus vai fazer maravilhas ainda esse ano” e pessoas dizendo que até 31 de Dezembro ainda é 2013 e muita coisa pode acontecer.

Sinceramente, ignorem toda manipulação de fé e empolgação desnecessária. Vão pedir ofertas especiais de olho no seu décimo terceiro. A Igreja alerta para não comprar coisas caras e que não precisam, claro, mas adoraria ver um “dízimo invertido” assim você entrega 90% e fica com 10%.

Deus pode fazer algo dia 31 de Dezembro ou 1 de Janeiro não faz diferença alguma, na verdade nunca manipulamos a Deus, nem com ofertas, nem com sacrifícios, nem com obras, nem com fé… Nós precisamos da fé nEle e não é Ele que precisa que tenhamos fé para poder nos abençoar. Não joguem com Deus, Não brinquem com Ele, não mandem nEle, não liderem Ele.

O bezerro de ouro dos nossos dias é a benção e sinceramente se você amar mais a Deus ou amar menos se recebe alguma benção ou não… Acredite, você não ama a Deus.

Pense sobre o seu relacionamento com Deus, curta o final de ano, ilumine uma árvore se isso te fizer feliz, compre presentes para pessoas que você ama e junte algumas taças para ver os fogos, se é isso que você gosta.

Não venda esse momento de confraternização mundial por algumas promessas vazias em troca do seu dinheiro e tempo.