Jesus e os Ladrões do Templo – 25 Jul/13

Oração

Nossa célula do dia 25/07/13 falamos sobre o famoso episódio que Jesus entra no templo e expulsa de lá os vendedores. Foi um momento muito legal que falamos de oração e intimidade.

Mateus 21

12  Jesus entrou no templo e expulsou todos os que ali estavam comprando e vendendo. Derrubou as mesas dos cambistas e as cadeiras dos que vendiam pombas,

13 e lhes disse: “Está escrito: ‘A minha casa será chamada casa de oração’; mas vocês estão fazendo dela um ‘covil de ladrões'”.

14 Os cegos e os mancos aproximaram-se dele no templo, e ele os curou.

Eu soube um tempo atrás que a Igreja Paz e Vida do Juanribe Pagliarim não faz nenhum comércio dentro da Igreja, como vender alimentos ou CDs, Camisetas e etc. Eu particularmente acho que a estratégia foi converter todo o comércio em oferta dobrada e patrocínio da Rádio, mas vamos lá.

Eu não acredito e nunca acreditei que esse era o comércio que Jesus estava derrubando. Imagine você que poucos metros na frente da Igreja que frequento tem um bar, esse bar sempre tem pelo menos uns 6 clientes fumando seu cigarrinho, bebendo sua brinquinha e jogando bilhar. Já aconteceu por diversas vezes meu filho pedir um lanche, salgado, salgadinho, (qualquer coisa para comer) e por ser um horário que a lanchonete da Igreja não estava aberta, precisei ir ao bar.

Não estou dizendo que entrar num bar para comprar um salgado seja pecado ou o fim da linha para um cristão ou criança, mas será que é mesmo o lugar onde eu gostaria de comprar algo para comer? Não pode ser ali mesmo na Igreja? Juntando verbas para a própria instituição e movimentando as pessoas por esse trabalho? E quanto a presentar um novo convertido com um CD ou camiseta com temática religiosa, precisa esperar semana que vem para ir na “rua dos crente” em São Paulo?

Eu já fui à Igreja Paz e Vida e fui convidado a ir para Israel na caravanas do Juaribe Pagliarin, se não me engano, o parcelamento dava R$8.000. Esse não é um comércio ainda mais pesado para as pessoas? Ainda mais quando se constrói a ideia de que visitar Israel é um passo para a transformação de vida que você “sonha”. Mancada mexer com isso! Jesus disse à mulher samaritana que pouco importa o Local, o que interessa é a essência, a verdade. Visitar Israel deve ser umas das melhores viajens na vida de alguém um cristão, por toda a carga cultural, histórica e espiritual vivida naquele lugar, sem dúvida, mas ainda assim vender pacotes aéreos é um comércio.

Bom, essa é a minha visão do “comércio” dentro da Igreja.

Algumas versões não dizem o que os ladrões vendiam, mas essa versão diz que vendiam pombas, e claro, outros animais. O que mais interessa nesse texto é essa razão do comércio. O animal que servia exclusivamente para a oferta à Deus pelos pecados, ou seja, a pessoa cortava um grande caminho ao ter que preparar a sua própria oferta à Deus comprando algo ali no local, rapidinho, prontinho para o abate e pronto, o perdão estava liberado.

Ao meu ver, quando Jesus disse que a casa dele seria conhecida como “Casa de Oração”, ele dizia que:

Parem de chegar a Deus com animais mortos por um perdão, a ligação verdadeira com Ele é acontece  através da Oração!

Ou seja, o que Jesus queria acabar é com essa falsa religiosidade que vivemos nos últimos bilhões de anos onde eu agilizo o meu lado com Deus e pronto, ganhei tempo, dinheiro e estou em dia com Deus. Onde esta a oração que nos leva à Deus? onde esta o nosso devocional com Deus que gera a tão sonhada intimidade com o Pai? Jesus se afastava constantemente das pessoas para orar, falar com Deus em particular, ter o seu momento com o Pai. Porque nós apenas vamos à igreja, cantamos, conversamos, compramos uma coxinha e vamos embora?

Essa foi a maior bronca de Jesus naquele momento, penso eu!

Os ladrões do templo são esses que oferecem meias ungidas, martelos ungidos, sal para descarrego, anéis de outro, emblemas e símbolo de Igrejas, visões e o caramba a 4 para que você tenha e  veja poder de Deus, milagres, salvação e com isso te afastam cada vez mais do dono da casa, a casa de oração. Mas claro, tudo isso indiretamente, disfarçadamente e diria ainda mais… Acreditando estar, em algumas vezes, no caminho certo.

A minha oração é que eu (e você) conheçamos cada vez mais o poder da oração, da oração que nos faz íntimos do Pai, que nos traz autoridade espiritual, conhecimento soberano, ligação full time com Ele.

Amém.

Phil.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s