Conhece seu inimigo!?

Uau!
Como esta sendo difícil escrever cada palavra nesse blog, como esta difícil evoluir um fio de cabelo da minha vida e alimentar com comida de verdade meu espírito.

Parece que os dias são cada vez mais curtos, suas responsabilidades maiores, as cobranças diretas e indiretas excessivas e tudo isso no meio de uma guerra!

Sei disso desde o início de tudo, mas a luta parece nem ter começado, só um dos lados esta atacando e eu escondido penso em como agir planejando meios de atacar mas sem vestir nem uma luva.

Uma das coisas que mais me impressiona no evangelho é que o inimigo, satanás não pode nos tocar de fato, não pode fazer como nosso Pai de amor e criar morada em nós, o ataque dele é único: Influência!

O seu pior inimigo acaba trocando de papel com você mesmo quando te mergulha em influências desviadas da glória e alimenta uma das três partes que precisa permanecer inativa: O corpo.

Vamos largar mão de nós e abrir mão para Ele que aguarda ansioso para SE manifestar em nós. Cada orgão do teu corpo se torna teu inimigo quando, por legalidade, seja ela explícita ou não, você encolhe seus braços antes erguidos na adoração. Seus olhos ja não são como os olhos do Senhor, seus braços jã não são com os do Senhor, suas palavras ja não são mais como as do Senhor, seus desejos ja não são mais como as do Senhor, suas atitudes ja não são mais como as do Senhor e você nada vê, nada faz e agradece todos os dias por ser apenas cristão.

A conformidade esta tomando conta do universo (paralelo ou não, para quem assiste seriados) e você ja esta no final da fila e nem se deu conta. O que você vê, faz, fala, ou qualquer outra coisa já não precisa mais lembrar Jesus e queremos ainda assim carregar a bandeira da salvação (faz bem).

Assistindo aos traillers desse site http://www.theiheartfilm.com/trailers percebo como sou alucinado pela minha vida, pelas minhas coisas, pelos meus sonhos e me esqueço de me envolver no pó da oração pela minha família, amigos, colegas, conhecidos ou não! Li um trecho da Sinopse onde diziam que “Um grupo de jovens da banda de uma igreja local sonhava … E hoje viajam por 43 paises, 93 cidades levando a mensagem do Amor da salvação e Justiça” E eu faço parte de uma banda da igreja local que sonha. e …. Só!

Não entendam todas essas palavras como rebeldia, dissenção, infelicidade absooluta … mas entenda como desejo pela Revolução! (Lucas Souzadisse: “Revindicamos revolução, além da Paixão, Além da canção, e nos prostramos aqui aos teus Pés, pelo Rei que Tu És, Pelo Rei que Tu És…Revolução do amor, Revolução de Jesus”) Não precisamos ser poderosos (R$) e famosos para criar a revolução, precisamos ser como Jesus (O hillsong consegue juntar todas as essas coisas e transmitir em um único DVD, incrível).

 Vezes me pego sendo o Jacó quando deveria ser Israel, sendo abrão quando deveria Abraão, sendo Saulo quando deveria ser paulo, sendo criatura, quando deveria ser a criação …

Assistam os vídeos, no final do seu dia, anote (papel ou word) tudo oque você fez de relevante no seu dia, todos os pensamentos que teve, todas as coisas que ouviu e que falou, todos os sites que acessou e todas as coisas que desejou. Acho que esse texto terá um sentido diferente para você.

Preciso criar a revolução dentro de mim, preciso somar as minhas forças e me unir ao meu próximo, preciso levar a mensagem que Ele nos pede, preciso chegar ao “Santo dos Santos”, na sala do trono, aos pés do Rei, no quarto a sós, num lugar secreto…

Precisamos ser abitolados por Deus, Fanáticos pela Santidade e Reino.
Somos a última Geração

Abração
Phil

Anúncios
Etiquetado , ,

5 pensamentos sobre “Conhece seu inimigo!?

  1. Leonardo Bruno disse:

    Então, Phil… Além de tudo admiro a simplicidade da sua escrita, como vc consegue expressar (bem) coisas complexas como a constante guerra que lutamos. Uma colega de escola que estava iniciando sua caminhada no Evangelho me disse algo como: “Eu quero ver Deus, comer Deus, respirar Deus, viver Deus”. Passado o primeiro impacto entendi que ela queria mesmo era que Deus estivesse mais que presente, ela queria que Deus fosse intrínseco (se é que posso dizer isso) a tudo na sua vida. E eu acho que ela tem razão. Só assim vamos nos blindar das influências erradas. Só assim vamos adquirir a visão necessária para, quem sabe, nem mesmo fazer uma nova revolução. Embora (eu creio) seja necessário iniciar revoluções em vários momentos, às vezes é preciso *concluir* uma revolução já iniciada. Tenho visto que uma linha de ação do inimigo é precisamente esta: influenciar de forma a interromper, tornar improdutiva uma revolução com potencial. Mas totalmente envolvidos por Deus e por tudo que é pertinente a Ele, vamos revolucionar e batalhar pela causa do Reino, do início ao fim, e seremos vitoriosos. E o Pai será, mais uma vez glorificado. A Ele somente toda a glória.

    Gde abraço, bro

    • Phil.Gandolfi disse:

      E ae Léo, suas palavras foram tão bem colocadas que esta difícil comentar sobre elas. O que sua amiga disse foi o que ouvi de centenas de jovens que foram induzidos a dizer essas palavras, mas não motivados a querer cumpri-las de fato.

      Não é assim tão fácil viver Deus a cada minuto, creio que somente Jesus conseguiu ser por tanto tempo tão íntegro e reto diante do Pai, mas fora isso, precisamos “revolucionar” (da melhor maneira que se pode entender essa palavra) de uma maneira que cada vez mais, mais pessoas queiram também viver Deus, se alimentar de Deus, andar com Deus.

      Andei conversando com a minha linda esposa e amiga sobre isso também, somos cristãos parecidos com peneiras, a cada acerto, um furo, e assim se cria a malha de ações que corrompem e outras que nos fortalecem. Não da pra não ser fanático e radical e extravagante e absurdamente apaixonado por Deus e ser uma pessoa normal, de fato não dá.

      Creio que por muito tempo, e hoje ainda posso afirmar, tenho receio de ser um cristão mal visto, mas me esqueço que quem justifica toda ação e posição correta é o nosso Pai, parece que estamos coagindo cada vez mais com a sujeira que o mundo cria enquanto precisamos ser o jato de água limpa no meio da podridão.

      Não quero criar a revolução, bem dito por você, VAMOS FORTALECER A REVOLUÇÃO que Jesus um dia começou.

      Feliz pelo seu comentário.
      Abração.
      Phil.

      • Leonardo disse:

        Antes de comentar, Phil, não quero que vc entenda meu comentário como uma crítica. Acontece que eu acabo destacando a parte do post que tem mais a ver comigo (daquela forma que eu já te falei…).

        Então, sobre a questão da minha colega vc tem bastante razão. Ela acabou fraquejando e acho que ainda não conseguiu se firmar. Mas o que ela disse me marcou porque representou (mesmo q por um momento apenas) uma sede grande por Deus e por tudo relacionado a Ele. E ficou como lição pra mim. E embora seja difícil (pra todos nós, por todos os motivos que vc citou no início do post) este é o nosso objetivo, o nosso ideal. E mesmo que ainda não o tenhamos alcançado completamente, temos o auxílio do nosso Mestre. Está aí uma situação propícia pra se falar em revolução: “buscando a Deus enquanto se pode achar” e tendo dEle ajuda pra iniciar/lutar/vencer qualquer revolução.

        E o que tem mais a ver com revolução do que o próprio Evangelho? Penso que não existe. Temos que revolucionar a todo o instante, nas mais diversas situações, nas mais diversas áreas, começando da nossa mente (Rm 12.2). Mas quando citei a estratégia do inimigo ao paralisar revoluções estava falando (novamente) de experiências próprias. Situações que vivi e me fizeram entender que às vezes é preciso lutar com todas as forças para manter vivo um projeto, e focar na sua conclusão. Isto não significa de forma nenhuma que devemos parar revolucionar. Mas naquele momento a palavra de Deus pra mim era essa: “Eu preciso de *finalizadores*. Quero contar com vc.”

        E termino com as suas palavras: VAMOS FORTALECER A REVOLUÇÃO que Jesus um dia começou. Ele, o Revolucionário Maior, nos ajudará.

        Grande abraço,
        Leonardo

        • Leonardo disse:

          Hahaua, agora percebi que o tamanho dos comentários só foi aumentando…

          Poxa, Phil, me desculpa, bro! Viu porque não posso ter um blog?? Acho que sou meio egoísta pra escrever porque só consigo expressar em assuntos que envolvem situações nas quais já me vi, ou estive próximo. Preciso rever isto…

          Mais abços!

          • Phil.Gandolfi disse:

            Léo, que desculpa o que!
            Blog é pra isso mesmo, expressão mais íntima de quem participa.
            Escrever é bom, faz bem pra que escreve …

            Deve sempre falar do que vive mesmo! Não vejo nada de errado nos seus comentários, rs.Abraço e obrigado pela presença, sempre.
            Phil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s